Faça seu login

Automação e aspiradores automáticos

Postado em 18 de setembro de 2014 | 0 comentários

No tipo de vida atual, tempo é uma preciosa comodidade. Nem sempre você pode ter tempo para o trabalho que deve ser feito para realçar a aparência da piscina e de seus arredores, que fazem da aquisição de uma piscina uma atitude muito agradável. Equipamentos automáticos podem ser usados para controlar o ciclo de filtração (timers), para a adição de produtos químicos (bombas dosadora/sondas), para controlar a temperatura da água (termostatos), para corrigir o nível da água da piscina, (controladores de nível), para ligar ou desligar a iluminação subaquática, para acionar equipamentos de segurança, para acionar capas automáticas, para facilitar a limpeza física da piscinas (aspiradores automáticos), etc. Pode-se controlar a distância simplesmente apertando um botão, economizando tempo e esforço tornando o cuidado de uma piscina apenas uma diversão.

Neste artigo vamos nos ater à aspiração automática de uma piscina. As piscinas, principalmente as externas, mas, não só elas, são vulneráveis às excursões de finas partículas, sejam orgânicas ou minerais, ao pó carregado pelo vento, aos diversos insetos, folhas, etc., sem se falar as sujeiras humanas como principalmente aos diversos tipos de cosméticos. Parte desta sujeira é retirada pelo filtro, parte pelo ralo de fundo ou pela coadeira, mas uma parte considerável deposita-se no piso e nas paredes das piscinas e ainda na linha d’água.

No Brasil, diferente de outros países, a maioria da operação aspiração é feita por um sistema manual, desde piscinas de pequeno porte (residenciais), de médio porte (hotéis e condomínios) até às de grande porte (academias e clubes). Estes aspiradores, no caso de piscinas de pequeno e médio porte, são compostos basicamente de três peças – tais como: cabo de comprimento ajustável, mangueira e carrinho do aspirador. A mangueira é adaptada ao bocal de aspiração ou eventualmente a coadeira. A aspiração é feita por uma pessoa. Para as piscinas de grande porte o cabo é substituído por uma corda. Neste caso, é necessário o apoio de pelo menos duas pessoas. São operações demoradas, com frequência de uma ou duas vezes por
semana e às vezes mais de 3 horas por dia.

Aspiração automática compreende em 4 tipos, ou seja:

1- Sistema de limpeza de piso de piscina, sendo fixado no piso da piscina.

Vantagens:

  • É estético.
  • Boa limpeza do piso da piscina.
  • Boa distribuição de produtos químicos e de temperatura da água.
  • Economiza produtos químicos
  • Dispensa o uso de mangueiras.

Desvantagens:

  • É extremamente caro.
  • O custo da manutenção é abusivo
  • A instalação é difícil.
  • Não esfrega o piso da piscina, assim como as paredes e a linha d’água.
  • Com tubulação abaixo do piso da piscina qualquer reparo nela tem custo muito elevado.
  • É um sistema fixo e, portanto, é usado para apenas uma piscina, e pode ser deslocado para outra piscina.
  • Usado apenas em piscinas novas
  • Não existe a possibilidade de adaptação a diversos tipos de filtros.

2-Aspiradores de sucção, são conectados ao sistema de filtração pela bomba principal.

Vantagens:

  • Baratos
  • Confiáveis.
  • Funcionam como um ralo móvel

Desvantagens

  • Não aspiram paredes e linha d’água.
  • Não esfregam os pisos, paredes e linha d’água.
  • Necessitam de frequente retrolavagem com perda de água, produtos químicos e eventualmente calor.
  • Tem necessidade do uso de mangueiras e suas substituições quando necessária.
  • Não pode ser usado em piscinas cobertas e com raias.
  • Não tem a opção para ser usado com diversos tipos de filtros.
  • Usados apenas em piscinas de pequeno porte

3-Aspiradores de pressão

Vantagens:

  • Mais baratos que os aspiradores de piso e os aspiradores independentes.
  • Confiáveis.
  • Funcionam como ralo móvel.

Desvantagens:

  • Mais caros que os aspiradores de sucção.
  • Não aspiram paredes e linha d’água.
  • Não esfregam os pisos, paredes e linha d’água.
  • Tem necessidade do uso de mangueiras e suas substituições quando necessária.
  • Não pode ser usado em piscinas cobertas e com raias.
  • Não tem a opção para ser usado com diversos tipos de filtros.
  • Necessitam de uma bomba extra, o que aumenta os custos
  • Usados apenas em piscinas de pequeno porte

4-Aspiradores independentes, denominados também de robôs:

Vantagens:

  • Possuem uma bomba acoplada no seu interior o que lhe garante uma economia muito grande em relação aos demais aspiradores automáticos. Com uma bomba de apenas ¾ de Cv, fornece a mesma vazão do que uma bomba de 1,5 Cv acoplada ao filtro.
  • Usados em piscinas de qualquer tamanho.
  • Funciona da mesma maneira que os dois outros aspiradores como um ralo móvel o que facilita a limpeza.
  • Pode funcionar numa piscina sem ralo.
  • A economia em água de retrolavagem é muito grande da mesma maneira em produtos químicos e calor.
  • Grande economia de mão de obra.
  • Podem ser apresentados apenas na versão de aspiradores de piso e na versão de aspiradores de piso e de parede. Não só aspiram como esfregam os pisos e as paredes. Sabemos que a operação de esfregar as paredes é uma operação muito incomoda que só seria bem proveitosa se fosse feita do interior da piscina, fato que sabemos ser impraticável. Desta maneira, na prática está operação não é realizável.
  • Esfregam e limpam a linha d’água.
  • Podem ser usados em piscinas com raias e com capa térmica.
  • Os robôs podem ter diversos tipos de filtros de micragens desde as maiores da ordem de 50 micro até as menores de 0 micro.
  • Existem uma infinidade de tipos de robôs com as mais diversas características que atendem aos diferentes tamanhos de piscinas, inclusive para piscinas de dimensões olímpicas.
  • Eles são recomendados para piscinas de pequeno porte, do tipo residencial, uma vez que o trabalho de aspiração de uma piscina é o mais tedioso, mas especialmente para piscinas de grande porte e ainda mais quando a entidade proprietária tem várias piscinas como é o caso de alguns clubes.
  • Diferentemente dos aspiradores de sucção e de pressão, que na operação de aspiração filtrando simplesmente adiam o ato de operação de retrolavagem, os aspiradores independentes simplesmente não apresentam estas desvantagens.
  • Alguns robôs podem ter um tempo de atraso de 2 horas antes do seu início, para que a sujeira tenha tempo de sedimentar no fundo da piscina.
  • Os robôs, através do seu sistema de computação, fazem um traçado para evitar muitas repetições de limpeza.
  • Alguns podem ter um comando pessoal onde o operador pode dirigir o robô para determinados lugares, mas se de um lado ganha-se tempo no uso do robô, obriga um operador a assistí-lo.
  • Robôs maiores podem ter carrinho especial para seu armazenamento e transporte.
  • Este robô é altamente recomendado para as pessoas que cuidam de piscinas de terceiros.
  • Robôs mais sofisticados podem ter seu caminho feito corretamente, (piscinas retangulares e quadradas), de modo a ter seu tempo de atuação reduzido.
  • Opcionalmente os robôs podem ser acionados por baterias, evitando o uso cabos.

Desvantagens:

  • Mais caros que os aspiradores de sucção e pressão.

Tendo em vista as inúmeras vantagens dos aspiradores independentes, o autor deste artigo, altamente recomenda seu uso.

Nilson Maierá é formado em engenharia química pela Universidade Politécnica da Universidade de São Paulo – USP. Maierá está há pelo menos 30 anos no mercado de piscinas e é fundador da academia Raia 4 piscinas.

Author: admin

Compartilhar

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *