Faça seu login

É hora da faxina

Postado em 27 de junho de 2018 | 0 comentários

Aspirador, peneiras, escovas e ânimo não podem faltar para deixar a piscina limpa. Acessórios são resistentes e têm preços acessíveis

Por Rúbia Evangelinellis

Engana-se quem pensa que manter a piscina limpa é uma tarefa fácil e em poucos minutos o trabalho está pronto. É, de fato, uma tarefa simples, mas que requer tempo para remover folhas e outras sujeiras que caem na área de lazer, na água, grudam nas bordas e ficam depositadas no fundo do tanque. E para dar conta da faxina é preciso ter em mãos o material necessário: aspirador, peneiras, cabos telescópicos, escovas e outros itens.

Embora seja fundamental que os donos das piscinas mantenham a higiene do ambiente, especialistas explicam que, por nenhum momento, esse cuidado dispensa os serviços dos piscineiros, de uma a duas vezes por semana. São profissionais qualificados para fazer a avaliação da água e aplicar o tratamento indicado: o físico, para remover as impurezas com a ajuda de equipamentos, e o químico, feito regularmente com produtos para manter água saudável, com pH equilibrado, higienizada e livre de bactérias. Kit necessário

Edison Borelli, gerente comercial da Equibombas (SP), distribuidora com 42 anos de mercado e especializada em produtos para piscina que atende consumidores e lojistas, explica que o kit para limpeza deve incluir aspirador com o cabo telescópico, mangueira, peneiras, escovas, além da motobomba e filtro para eliminar as partículas em suspensão na água. O material de limpeza manual está na faixa de R$ 250 a R$ 300 para a limpeza de uma piscina mediana, de

8 metros de comprimentos por 4 metros de largura.“Eu acredito que 99% das piscinas são higienizadas manualmente”, estima Borelli. Ele explica que antes da limpeza física é preciso fazer a decantação (processo de separação de misturas heterogêneas, como água e areia) da piscina com produtos químicos. Depois vem a aspiração, com o aspirador ligado a uma mangueira e a bomba para a sucção. Segundo informou, os produtos bem cuidados podem ter vida longa e têm duração de até cinco anos.

Geraldo Carmesini, proprietário da Brustec (SC), fabricante de diversos equipamentos de limpeza manual, além da Linha de cloradores e de itens de iluminação, explica que o aspirador asa delta (em formato de avião e o primeiro da linha) é o mais procurado, responde por 50% das vendas dessa linha e está na faixa de preço de R$ 20. Já o denominado escova (com cerdas transversais e na mesma faixa de preço) é indicado para a remoção de folhas, pela capacidade de absorver a sujeira maior. Por isso, é apropriado para piscinas próximas de árvores. A empresa tem ainda os modelos com três rodas e oito esferas (que gira para todos os lados)e o jumbo (para piscinas maiores, como de condomínios e clubes). Comercializa também escovas (retas e curvas), peneiras (plásticas ou com armação metálica) e cabos.

Essa linha de limpeza responde por 30% dos negócios da companhia e vem crescendo a passos largos. “No ano passado, as vendas de equipamentos de limpeza tiveram aumento expressivo. Ganhamos mercado, com a saída de alguns concorrentes, e o cliente gosta da nossa linha. Creio que conta a nosso favor o acabamento, o design e o atendimento no pós-venda”, justifica Carmesini, que aposta num incremento de 30% em 2018. Skimmer

A Hidrasul (RS), por sua vez, tem a linha de aspiradores manuais (com opção de fazer a sucção da sujeira e escovar o fundo da piscina e as laterais, dependendo do modelo). E fabrica também escovas (reta de 30 cm e curva de 40 cm), cabos (liso e estriado de 3, 4 e 5 metros), peneiras, mangueiras (vende rolos fechados a partir de 30 metros) eskimmer, além de filtros de água e motobombas (que possibilitam a circulação da água). Esses dois últimos são indispensáveis em todas as piscinas e são peças fixas.

Segundo Zoila Graboski, gerente de marketing a empresa desenvolveu um sistema que facilita a troca de areia do filtro, em alguns casos recomendada até no período de um ano.

“Em segundos, a pessoa abre a tampa, remove e repõe a areia, sem ter de retirar a válvula, desconectar os registros nem mexer na casa de máquina. Esse processo simplifica o trabalho do piscineiro e dá mais durabilidade ao mecanismo, uma vez que evita o manuseio”. Zoila chama a atenção também para a importância do skimmer (espécie de filtro em formato de janelinha localizado na parte superior da parede de algumas piscinas e com capacidade de retirar as impurezas presentes na superfície da água, como folhas, cabelos, gordura do corpo). “É um produto fundamental na piscina, que faz a sucção da sujeira e garante a segurança dos banhistas, sem prender os cabelos”.

Fonte: Revista ANAPP Edição 138

Author: admin

Compartilhar

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *