Faça seu login

Cuidados com as crianças nas piscinas.

Postado em 18 de novembro de 2013 | 0 comentários

Dicas de segurança das crianças nas piscinas.


O verão está chegando e o banho de piscina é o lazer preferido de toda a família. Para quem tem filhos pequenos, a preocupação e a segurança ao redor da piscina devem ser redobradas. Por isto, a ANAPP trouxe algumas dicas de como evitar os acidentes com crianças nas piscinas e garantir um lazer tranquilo e seguro:

Área

Cerque a área de sua piscina com grades de proteção de no mínimo 1,20m e tranque este cercado com portões, para que a criança não tenha acesso. As capas de proteção mais resistentes, também são ótimas para evitar a sujeira e proteger para que a criança não caia na água.

Piso

O piso ao redor da piscina deve ser antiderrapante, a fim de evitar escorregões e outros acidentes.

Piscinas plásticas

Se sua residência possui uma piscina de plástico, esvazie-a e guarde-a em um local seguro após o uso. Crianças menores de dois anos se afogam em quantidades mínimas de água: como banheiras, baldes e até vasos sanitários. Por isto, não os deixe ao seu alcance!

Equipamentos

Quando as crianças estiverem brincando na piscina, os equipamentos de manutenção devem ser desligados para evitar acidentes.

Coletes

O uso de coletes salva-vidas é fundamental para garantir a segurança dos pequenos. Coloque-os sempre que as crianças estiverem na água, mesmo que elas saibam nadar. As boias são indicadas apenas para maiores de 6 anos. Os modelos tipo “pneu” não são indicados, pois deslizam facilmente do corpo da criança.

Adulto

É imprescindível que a criança seja monitorada por um adulto, durante a sua brincadeira na piscina. O adulto deve estar sempre presente e dedicado a cuidar de sua segurança. Neste momento, um minuto de distração pode ser fatal!

Brinquedos

Deixe os brinquedos longe da piscina, para não serem atrativos para que a criança queira pegá-los e correr o risco de acidentes.

Piscinas infantis

As piscinas infantis são rasas e feitas para as crianças brincarem com maior segurança. Mas isto não significa a ausência de um adulto; principalmente para àquelas menores de 4 anos de idade.

Ensine a criança

Mostre para a criança que nadar sozinho é perigoso e ela sempre deve estar acompanhada de um adulto. Ensine também, que brincadeiras como: empurrar e afogamento não são corretas. Diga para ela, sempre pedir para ir até a piscina e nunca ir sozinha. Mostre as placas de sinalização e a piscina infantil, que é feita para ela.

Lembre-se:

Crianças são aventureiras e não tem maturidade para reconhecer a noção de um perigo ou experiência para sair de uma situação de risco. Portanto, não favoreça situações que possam prejudicar a sua segurança. Evite os riscos e tenha um bom divertimento neste verão!

Author: admin

Compartilhar

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *