Faça seu login

Cielo pode se despedir das piscinas

Postado em 9 de agosto de 2018 | 0 comentários

Atleta confessa que não se dedica mais como antes e não projeta Tóquio. ‘Se conseguir um bom resultado neste ano e meu corpo permitir, vou para mais uma temporada’

Grande nome brasileiro da natação, César Cielo concedeu entrevista, em São Paulo e falou sobre o futuro de sua carreira. Cielo pode dar adeus às piscinas. O atleta revelou que está se preparando para disputar o Mundial de Piscina Curta de Hangzhou, mas que não se projeta nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020

 

 

 

cielo

— Estou levando temporada a temporada. Hoje, para ser bem sincero, não me vejo em 2020. Não faz parte dos meus objetivos na água. Mas estabeleci que, se conseguir um bom resultado neste ano e meu corpo permitir, vou para mais uma temporada. Então, com relação a 2020, zero promessas — contou.

O nadador conta que vai continuar se dedicando enquanto estiver competindo. A meta é o mundial, neste ano. O atleta conta que sabe das dificuldades que a natação vem passando e que acha que é sua hora de ajudar.

— Enquanto estiver na piscina, vou dar meus 120%. Só não sei até quando vai durar. A natação vem passando por um momento muito ruim e sei que os ex-atletas vão precisar ajudar. Sinto que minha hora de fazer isso está chegando, mas, a princípio, o objetivo desse ano é o Mundial — explicou, antes de completar:

— Não seria o mais inteligente da minha parte. É mais a questão do dia a dia, da rotina. Se eu sentir que os treinos ainda estão legais, que meu corpo está suportando e que sigo em evolução, não vejo motivo para não continuar no ano que vem. Os resultados podem ajudar ou não nisso — completou.

Cielo revelou ainda que não vem se dedicando como antes. O atleta se diz dividido com suas responsabilidades e que hoje possui expectativas diferentes:

— Hoje, não estou me dedicando como já me dediquei. Entre as responsabilidades dentro e fora da piscina, nunca estive tão dividido. Tenho minhas expectativas de uma forma diferente, mas vejo que estar na piscina e fazer parte do grupo, de certa forma, ainda é importante. Quero ajudar para que a transição entre gerações seja harmoniosa— finalizou.

Fonte: www.terra.com.br/esportes/lance/

Author: admin

Compartilhar

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *