Faça seu login

9 dicas de boa convivência em piscinas de condomínio

Postado em 10 de maio de 2017 | 0 comentários

Morar em um condomínio é uma alternativa que apresenta vários benefícios, como a segurança, a comodidade, a privacidade e o conforto, mas também existem algumas questões que podem vir a interferir na boa convivência entre os vizinhos.

Uma das maiores vantagens encontradas por quem opta viver em um condomínio é a área de lazer. As piscinas de condomínio são um grande atrativo, principalmente para quem tem crianças, mas, se algumas regras, normas e limites não forem estabelecidos e cumpridos, pode ser difícil manter a harmonia entre os moradores. Tanto é que o uso das áreas comuns é um dos principais motivadores das ações judiciais nos condomínios.

Para que a vida em um condomínio seja proveitosa e agradável, é preciso que os moradores façam a sua parte, cumprindo regras, respeitando o seu espaço e o do próximo e preservando as dependências que são de uso de todos.

Pensando nisso, preparamos o post de hoje com 9 dicas de boa convivência em piscinas de condomínio para que você possa desfrutar desse espaço com tranquilidade e segurança. Confira!

1. EVITE O USO DE BRONZEADORES SE FOR ENTRAR NA PISCINA

Uma das maneiras de preservar a boa convivência é evitar o uso de bronzeadores ao utilizar as piscinas de condomínio, já que esse tipo de produto é responsável por sujar a água, deixando-a gordurosa.

2. EVITE ACIDENTES

Não corra na volta das piscinas de condomínio, não dê saltos que possam molhar as pessoas que estão em volta dela e nem muito menos faça brincadeiras violentas ou inseguras.

Dê o exemplo, inclusive para as crianças, para que, dessa forma, elas compreendam qual postura devem adotar quando estiverem nessas áreas comuns do condomínio.

3. NÃO LEVE APARELHOS DE SOM PARA AS PISCINAS DE CONDOMÍNIO

Lembre-se de que a área das piscinas de condomínio é de uso comum, isso é, ela pertence a todos e deve ser utilizada a fim de preservar a boa convivência, e sem gerar em prejuízo ou mal-estar para qualquer morador. Ninguém é obrigado a apreciar o seu gosto musical, portanto, não leve caixas de som para o local.

4. NÃO CONSUMA ALIMENTOS E BEBIDAS DENTRO DAS PISCINAS DE CONDOMÍNIO

Para preservar a boa convivência entre os vizinhos, esteja atento ao consumo de bebidas e de comidas no espaço das piscinas. Prefira alimentos que não façam sujeira e escolha copos e demais utensílios de plástico para evitar possíveis acidentes com vidro. Não faça refeições dentro das piscinas para não contaminar a água.

5. NÃO LEVE ANIMAIS PARA A ÁREA DAS PISCINAS

Você pode amar bichinhos, mas nem todos os seus vizinhos partilham desse sentimento. Levar pets para as piscinas de condomínio pode causar acidentes ou até mesmo a contaminação da água.

6. TENHA CUIDADOS AO UTILIZAR O ELEVADOR

Não utilize o elevador vestindo trajes de banho, pois essa atitude é deselegante e pode provocar desconforto entre os vizinhos, além de molhar o chão, podendo causar acidentes com escorregões.

7. CONHEÇA AS REGRAS SOBRE EXAMES MÉDICOS PERIÓDICOS

Alguns condomínios adotam a exigência da realização de exames médicos para que os moradores e visitantes utilizem a piscina, garantindo, assim, a segurança e a higiene de todos. Para saber se o seu condomínio possui essa norma de boa convivência, consulte o síndico ou o regulamento interno do seu prédio.

8. NÃO FAÇA XIXI NA PISCINA

Urinar em piscinas de condomínio não apenas é uma questão de falta de higiene, como também pode representar um risco à saúde dos usuários. Isso se dá devido ao fato de que a ureia, sustância presente no xixi, quando combinada com o cloro utilizado para o tratamento das piscinas, produz componentes que causam diversas reações, que vão desde vermelhidão nos olhos até desconforto respiratório.

9. TOME UMA DUCHA ANTES E UMA DEPOIS DE ENTRAR NA ÁGUA

Adote o hábito de tomar uma ducha antes de entrar nas piscinas do condomínio para eliminar o suor e outras possíveis excreções que são encontradas no corpo. Faça isso, também, após o mergulho para retirar o cloro e demais resquícios de substâncias que possam estar em seu corpo.

Para manter a boa convivência em piscinas de condomínio é essencial determinar regras que devem ser seguidas por todos os moradores. Seguindo as nossas dicas, é possível que todos vivam em harmonia e tirem o máximo proveito da utilização dessa área.

Fonte: Nautilus

Author: admin

Compartilhar

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *