Faça seu login

Blog

Escola de natação faz festa junina para bebês dentro de piscina

Postado em 22 de junho de 2017 | 0 comentários

Escola de natação faz festa junina para bebês dentro de piscina

Crianças tiveram experiência de dançar quadrilha na água. Projeto estimula vínculo entre pais e filhos e incentiva a prática de atividade física.   Uma escola de natação de Palmas realizou uma festa junina para bebês dentro da piscina, neste sábado (3). Com a ajuda dos pais, as crianças tiveram a experiência de dançar quadrilha e se vestirem a caráter, tudo dentro da água. Na festa não faltou decoração, nem comidas típicas para os participantes. Além de proporcionar diversão para os pais e os bebês, o momento também ajuda no desenvolvimento das crianças. É o que explica a professora de natação Kátia Simiema. “A gente estimula a tradição da festa junina e dentro da quadrilha faz vários passos que estimulam a parte psicomotora das crianças e também a afetividade. É uma brincadeira que vai levar à uma coisa séria. São crianças que vão ser mais desenvolvidas e mais sociáveis”, afirma. Para os pais das crianças, o projeto gera descontração e tempo de qualidade entre eles os filhos, como afirma a farmacêutica Cintia Rossato. “Eu acho muito importante pelo vínculo entre pais e filhos. É importante a gente participar dessas atividades com eles para fortalecer o vínculo e estimular eles numa forma gostosa que é a atividade física”....

leia mais

Cuidados para manter uma piscina aquecida

Postado em 13 de junho de 2017 | 0 comentários

Cuidados para manter uma piscina aquecida

Piscina Limpa | Mergulhe nessa ideia! Nada melhor para relaxar no friozinho do que um mergulho em uma piscina de água aquecida. Essas piscinas, cujas temperaturas podem chegar a 36 ºC, necessitam de mais cuidados do que aquelas com água natural, e é imprescindível que, antes de adquirir uma, os donos estejam cientes dos cuidados que ela exigirá. A necessidade por manutenção mais rigorosa é resultado da facilidade que micro organismos tem de se proliferarem mais rapidamente em meios aquecidos. Confira a seguir os principais cuidados que devem ser tomados para manter saudáveis as águas das piscinas que possuem sistema de aquecimento. Cloro Assim que o sistema for instalado, é necessário fazer medições do cloro a cada hora para corrigir os parâmetros sempre que preciso. Assim que a água se estabilizar e mantiver os parâmetros da substância, essa medição pode ocorrer a cada 12 horas. Se a estabilidade continuar, as verificações poderão passar para uma vez por dia. Uma informação importante de ter na memória é que as temperaturas elevadas aceleram a decomposição do cloro, portanto, é necessário se atentar a isso. Evaporação da água Em piscinas com sistema de aquecimento, a água evaporará mais rapidamente, necessitando ser cheia com mais frequência. Algas Para crescerem fortes e verdinhas, as algas precisam apenas de luz e calor. Por conta disso, é necessário ficar ainda mais atento quando se tem uma piscina com sistema de aquecimento em casa. PH Com o calor, o PH da água tende a se elevar. Em piscinas sem sistema de aquecimento pode-se medir o PH a cada 3 dias, porém, quando a piscina é aquecida, é recomendável fazer essa medição diariamente. Se, depois da medida de PH, constatar-se que ele está elevado, deve-se utilizar um redutor de PH. Cloraminas As cloraminas são um subproduto do cloro que fazem com que a água tenha um odor forte e arda os olhos. Em piscinas aquecidas elas se formam mais rapidamente do que em águas com temperatura natural, portanto é necessário prestar atenção ao odor da água para regular este produto. Bordas da piscina Por conta da temperatura da água, as piscinas aquecidas estimulam a produção de suor nos banhistas, e isso faz com que as bordas fiquem com acúmulo de oleosidade. É necessário aumentar o uso de limpa-bordas para evitar que essa oleosidade torne-se difícil de ser removida. Além destes cuidados técnicos, vale lembrar que os cuidados diários facilitam manter a água da piscina saudável. Eliminar rapidamente resíduos orgânicos que caem na piscina e tomar uma ducha antes de entrar na água são imprescindíveis para manter a limpeza. Fonte: Piscina Limpa Imagem: site Cultura...

leia mais

Watsu, massagem na piscina

Postado em | 0 comentários

Watsu, massagem na piscina

O Watsu, junção das palavras water (água, em inglês) e shiatsu (pressão dos dedos, em japonês), é uma modalidade terapêutica criada em 1980, na Califórnia. A intensão era unir a prática da massagem oriental que utiliza toques em determinados pontos do corpo e alongamentos para equilibrar o fluxo de energia corporal (shiatsu), à capacidade terapêutica e curativa das águas termais. De acordo com reportagem do Jornal NH, a atividade abrange as partes física, psíquica, social e emocional, além de poder ser inclusa no tratamento de dores crônicas, agudas, depressão, estresse, tensão muscular, enxaqueca, entre outras que causam dor, desconforto e tensão. Pode auxiliar, portanto, em tratamentos de fisioterapia e psicoterapia. De acordo com a fisioterapeuta Patrícia Martins, através de toques e movimentos específicos de flutuação, é possível desbloquear pontos de tensões físicas e mentais, levando os músculos a um relaxamento profundo e possibilitando a vivência de um estado de integração física, mental, emocional e energética. As sessões de Watsu são realizadas em piscinas com temperatura entre 32 e 35 graus e duram aproximadamente 1 hora. O profissional de fisioterapia percorre a piscina fazendo massagem no aluno ao som de músicas relaxantes e tranquilas. Quem recebe a técnica só precisa se preocupar em fechar os olhos e relaxar. Confira os benefícios do Watsu – Relaxamento muscular – Alívio de dores – Melhora da amplitude dos movimentos – Melhora da circulação sanguínea – Melhora da respiração – Melhora da postura – Melhora da consciência corporal – Melhora a qualidade do sono – Melhora da disposição – Redução do estresse e da ansiedade Fonte: Piscina...

leia mais

40 piscinas publicadas pela revista CASA CLAUDIA

Postado em 9 de junho de 2017 | 0 comentários

40 piscinas publicadas pela revista CASA CLAUDIA

  No aniversário de 40 anos da revista CASA CLAUDIA, eles selecionaram os projetos de piscinas mais incríveis que já estamparam as páginas de suas revistas.   Desde o fim da década de 70, quando  CASA CLAUDIA nasceu, mostraram o que há de melhor na decoração, no design e na arquitetura com publicações que marcaram  sua  história.   Ao longo dos últimos 40 anos, a revista destacou projetos de profissionais renomados, antecipou tendências e enalteceu estilos que marcaram época. E durante as comemorações do nosso aniversário, relembraram os principais trabalhos de décor para quartos, salas, cozinhas, banheiros e muito mais. Na galeria abaixo, selecionamos os projetos de piscinas mais incríveis que certamente vão fazer você se apaixonar. Inspire-se!   Fonte: Revista...

leia mais

Exercite-se!

Postado em 30 de maio de 2017 | 0 comentários

Exercite-se!

Conheça a hidrofitness, atividade de alta intensidade praticada dentro d’água. Por Fernando Inocente   Se você está à procura de uma atividade física diferenciada, a solução pode estar dentro da água e não é a tradicional natação nem a tão difundida hidromassagem. Trata-se da hidrofitness, modalidade desenvolvida por meio de exercícios que visam ao trabalho de condicionamento físico e força, utilizando a resistência da água. A educadora física de São Paulo (SP) Alessandra Toassa explica que eles, além de desenvolverem a resistência muscular localizada, devido à ação gerada pela água sobre o corpo, propiciam a sociabilização e uma grande queima calórica. “Durante as aulas, podemos usar diferentes equipamentos, como jumps, halteres, bolas, espaguetes, remos, bicicletas, thera-band, luvas, caneleiras e coletes de flutuação, entre outros.” Segundo ela, em geral, as aulas com maior queima calórica são as chamadas circuitadas, que envolvem diversos aparelhos e trabalham muitos grupos musculares. Nelas, é possível fazer exercícios localizados, saltos, deslocamentos, corridas e exercícios abdominais. “Os equipamentos podem proporcionar exercícios com mais efeito de resistência do corpo na água, flutuabilidade e aumento na frequência cardíaca”, atesta a educadora física Paula Petri Corrêa, de Santo André (SP).   Por que hidrofitness? A busca pelo exercício mais completo, em prol do “corpo perfeito”, é constante. Atividades das mais diversas estão por aí aos montes. Basta você se identificar. No caso da hidrofitness, o maior diferencial das aulas dentro d’água é a diminuição do impacto nas articulações e a melhora do retorno venoso. Além disso, é uma modalidade adequada para qualquer faixa etária e nível de aptidão física. “Além de ser bastante dinâmica e trabalhar com diversos materiais, a aula auxilia no controle ponderal – relação do gasto calórico com as calorias ingeridas na dieta – e é extremamente adequada para o verão, pois a troca do calor corporal com a água acontece sem o desconforto do suor”, aponta Alessandra. “Normalmente, a hidrofitness é praticada por adultos, idosos, gestantes e pessoas com lesões ligamentares e, entre os principais benefícios que ela oferece, pode-se citar ganho de condicionamento físico, auxílio no controle de peso corporal e melhora no sistema circulatório.”   Crianças podem praticá-la, desde que a piscina tenha uma profundidade segura, que permita que elas tenham o contato dos pés com o fundo e que os exercícios sejam feitos sem sobrecarga. Já os adolescentes, com uso de peso, só a partir dos 15 anos, para que não seja prejudicada a fase de crescimento.  E o melhor: não existe idade máxima. “A hidrofitness é uma ótima opção para quem não gosta muito de academia, mas com as vantagens da prática dos exercícios e seus benefícios, como fortalecimento e definição muscular, fortalecimento das articulações, aumento da capacidade cardiovascular, flexibilidade e equilíbrio, além de conscientização corporal”, analisa Paula. De acordo com ambas as educadoras físicas, a aula em si não tem contraindicações. Entretanto uma avaliação médica é primordial para recomendar ou inviabilizar a prática de exercícios com esse perfil. Melhor prática A profissional ressalta que é importante, durante a prática, que a pessoa esteja com a vestimenta adequada: mulheres com maiô e homens com sunga. Com isso, o objetivo é não atrapalhar os movimentos. Outro alerta antes de começar o exercício consiste em verificar a profundidade da piscina. “É fundamental deixar o corpo submerso até a região do peitoral. No caso...

leia mais

Modpool transforma contêineres usados em piscinas

Postado em 25 de maio de 2017 | 0 comentários

Modpool transforma contêineres usados em piscinas

Modpool transforma contêineres usados em piscinas | ArchDaily Brasil De arranha-céus à habitações sociais, quiosques e abrigos contra desastres naturais, os contêineres se tornaram matéria prima da arquitetura nos últimos anos. Agora, a empresa canadense Modpool revelou ainda um outro uso para estes grandes prismas metálicos – piscinas domésticas e banheiras de hidromassagem. Projetadas para serem modulares e simples de instalar, as piscinas são transportadas com todo o equipamento necessário, incluindo um sistema de limpeza de água embutido, de modo que apenas a preparação do terreno e uma saída de gás são necessárias para que a piscina esteja pronta para ser usada. Com a opção de separar a banheira aquecida da piscina em um mesmo contêiner através de um divisor removível, a Modpool é uma opção muito versátil para pequenos quintais. Além disso, as piscinas podem ser instaladas sobre o solo, parcialmente enterradas, ou totalmente enterradas, como piscinas convencionais. A temperatura da piscina, a intensidade dos jatos e a iluminação podem ser controladas por um aplicativo através de um smartphone.   Fonte:...

leia mais

Terapia na piscina: um mergulho nas suas emoções mais profundas

Postado em 22 de maio de 2017 | 0 comentários

Terapia na piscina: um mergulho nas suas emoções mais profundas

O objetivo é proporcionar às participantes, através de dinâmicas desenvolvidas na água quente da piscina, um encontro profundo com suas emoções, memórias, vivências e sensações particulares. Michelle explica: Com doçura e acolhimento silencioso, estas mulheres serão capazes de liberar fluxos energéticos que darão passagem para a alegria, para um estado mais potente e mais perfeito de seus próprio seres. Nos últimos tempos, um assunto que tem dominado as conversas femininas é a maternidade. Os prós, os contras, as culpas de quem acha que deveria ser mãe perfeita e não apenas a mãe possível, a cobrança dos outros e das próprias crianças,a falta de tempo para si mesma, e todas as questões inerentes ás complexas relações entre mãe e filho. Foi então que, segundo a terapeuta Andréa Monteiro, surgiu a ideia de proporcionar  a estas mulheres_sejam elas mães ou filhas_ um dia inteiros de dinâmicas aquáticas, carregadas de simbolismos, redescobertas e ressignificados. A proposta é que cada uma saia de lá, no final do dia , desconstruindo seus velhos padrões e reinventando a sua forma de ser feliz. Não podemos mais aceitar viver o que não nos alegra, nem por imposição de forças que vem de fora e nem por desconhecimento de nós mesmas, diz Bruna, a obstetra. E ela tem toda a razão.   Fonte : Diário...

leia mais

9 dicas de boa convivência em piscinas de condomínio

Postado em 10 de maio de 2017 | 0 comentários

9 dicas de boa convivência em piscinas de condomínio

Morar em um condomínio é uma alternativa que apresenta vários benefícios, como a segurança, a comodidade, a privacidade e o conforto, mas também existem algumas questões que podem vir a interferir na boa convivência entre os vizinhos. Uma das maiores vantagens encontradas por quem opta viver em um condomínio é a área de lazer. As piscinas de condomínio são um grande atrativo, principalmente para quem tem crianças, mas, se algumas regras, normas e limites não forem estabelecidos e cumpridos, pode ser difícil manter a harmonia entre os moradores. Tanto é que o uso das áreas comuns é um dos principais motivadores das ações judiciais nos condomínios. Para que a vida em um condomínio seja proveitosa e agradável, é preciso que os moradores façam a sua parte, cumprindo regras, respeitando o seu espaço e o do próximo e preservando as dependências que são de uso de todos. Pensando nisso, preparamos o post de hoje com 9 dicas de boa convivência em piscinas de condomínio para que você possa desfrutar desse espaço com tranquilidade e segurança. Confira! 1. EVITE O USO DE BRONZEADORES SE FOR ENTRAR NA PISCINA Uma das maneiras de preservar a boa convivência é evitar o uso de bronzeadores ao utilizar as piscinas de condomínio, já que esse tipo de produto é responsável por sujar a água, deixando-a gordurosa. 2. EVITE ACIDENTES Não corra na volta das piscinas de condomínio, não dê saltos que possam molhar as pessoas que estão em volta dela e nem muito menos faça brincadeiras violentas ou inseguras. Dê o exemplo, inclusive para as crianças, para que, dessa forma, elas compreendam qual postura devem adotar quando estiverem nessas áreas comuns do condomínio. 3. NÃO LEVE APARELHOS DE SOM PARA AS PISCINAS DE CONDOMÍNIO Lembre-se de que a área das piscinas de condomínio é de uso comum, isso é, ela pertence a todos e deve ser utilizada a fim de preservar a boa convivência, e sem gerar em prejuízo ou mal-estar para qualquer morador. Ninguém é obrigado a apreciar o seu gosto musical, portanto, não leve caixas de som para o local. 4. NÃO CONSUMA ALIMENTOS E BEBIDAS DENTRO DAS PISCINAS DE CONDOMÍNIO Para preservar a boa convivência entre os vizinhos, esteja atento ao consumo de bebidas e de comidas no espaço das piscinas. Prefira alimentos que não façam sujeira e escolha copos e demais utensílios de plástico para evitar possíveis acidentes com vidro. Não faça refeições dentro das piscinas para não contaminar a água. 5. NÃO LEVE ANIMAIS PARA A ÁREA DAS PISCINAS Você pode amar bichinhos, mas nem todos os seus vizinhos partilham desse sentimento. Levar pets para as piscinas de condomínio pode causar acidentes ou até mesmo a contaminação da água. 6. TENHA CUIDADOS AO UTILIZAR O ELEVADOR Não utilize o elevador vestindo trajes de banho, pois essa atitude é deselegante e pode provocar desconforto entre os vizinhos, além de molhar o chão, podendo causar acidentes com escorregões. 7. CONHEÇA AS REGRAS SOBRE EXAMES MÉDICOS PERIÓDICOS Alguns condomínios adotam a exigência da realização de exames médicos para que os moradores e visitantes utilizem a piscina, garantindo, assim, a segurança e a higiene de todos. Para saber se o seu condomínio possui essa norma de boa convivência, consulte o síndico ou o regulamento interno do seu prédio. 8. NÃO FAÇA XIXI NA PISCINA Urinar em piscinas de condomínio não apenas é uma questão de falta de higiene, como...

leia mais

Puxadinho de luxo: arquitetos ampliam casa de praia para criação de maior área de lazer

Postado em | 0 comentários

Puxadinho de luxo: arquitetos ampliam casa de praia para criação de maior área de lazer

  RIO – Em Santa Catarina, na Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú, os arquitetos André Manara e Luciana Decker, do escritório +2 Arquitetura, aceitaram o desafio de ampliar uma casa de fim de semana, já existente, para criar uma área de convivência dos jovens proprietários. – Elaboramos um projeto de ampliação para integrar a arquitetura existente à nova sem rupturas visuais. Para isso, demolimos a piscina existente e criamos um novo espaço com 110m² de área construída, 108m² de deck e piscina e 85m² de jardins – contam eles. Para a nova edificação, configurada como um pátio interno, os arquitetos optaram por uma estrutura de concreto armado, alvenaria de tijolos e laje maciça. Uma nova piscina foi construída, de pedra hitan, mas agora com outro estilo e outros usos. Para aquele momento gostoso, de ficar vendo a vida passar no fresquinho, à bordo de espreguiçadeiras, o primeiro nível é bem rasinho (que eles chamam de prainha). Param exercícios, usam uma raia de natação mais profunda e dois deques estão à disposição: um de madeira angelim envernizada e outro de piso atérmico. André e Luciana quiseram reforçar o conceito de simplicidade do lugar e preferiram usar um porcelanato com textura rústica no piso e revestimento cerâmico pastilhado natural nas paredes. A área de lazer conta também com uma churrasqueira, de tamanho maior do que as comuns, fogão e chapa, que usam a mesma saída de chaminé. Completando o ambiente gourmet, um forno a lenha, que fica em destaque num nicho de concreto aparente. No piso, para facilitar a limpeza, foi usado um porcelanato da Portinari. O imóvel conta com textura rústica no piso e revestimento cerâmico pastilhado natural nas paredes – Lio Simas / Divulgação Na decoração, onde a madeira e o despojamento dão o tom, se destaca a cristaleira antiga pintada de azul e a laca na cor tomate dos armários da cozinha gourmet. Mas o cinza também permeia, nas paredes e no piso, ajudando a destacar os detalhes coloridos. O paisagismo foi pensado para integrar a casa existente à ampliação, dando um ar de refúgio ao espaço e executado pela engenheira agrônoma Raquel Melilo. – Além desse espaço de lazer, fizemos também uma nova cozinha, privativa, na cor branca em todos os acabamentos, desde marcenaria, marmoraria e eletrodomésticos – acrescentam os arquitetos. Fonte:  O...

leia mais

Decisão: lei que exige médicos em piscinas é julgada inconstitucional

Postado em 8 de maio de 2017 | 0 comentários

Decisão: lei que exige médicos em piscinas é julgada inconstitucional

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM)  tornou obrigatório a manutenção de médico de plantão, ou paramédico, com ambulância, nos clubes, hotéis, e outros estabelecimentos comerciais ou de lazer que tenham piscinas. Esta lei tornou obrigatória a manutenção de médico de plantão, ou paramédico, com ambulância, nos clubes, hotéis, e outros estabelecimentos comerciais ou de lazer que tenham piscina. A norma havia sido suspensa, em maio de 2014, por decisão cautelar do TJAM e foi julgada inconstitucional, em janeiro de 2016, de forma unânime. A decisão sobre a inconstitucionalidade se baseia na afronta ao princípio da livre iniciativa econômica. “Assim, tendo em vista que a aplicação da Lei Municipal nº 310/2012 causa ilegítima restrição à livre iniciativa das pessoas, físicas ou jurídicas, por ela atingidas, há que se reconhecer que a referida lei afronta o art. 4º, III e art. 162 da Constituição Estadual”, diz trecho do voto do relator da ação. Fonte:...

leia mais