Faça seu login

Explore o Chile

Postado em 7 de agosto de 2014 | 0 comentários

Destino é procurado por quem quer conhecer outra cultura, comer bem e admirar paisagens impressionantes

Localizado na América do Sul, o país banhado pelo Oceano Pacífico desperta a curiosidade de pessoas do mundo todo. Estrangeiros viajam ao Chile dispostos a conhecer a organização exemplar, a cultura e, é claro, a mergulhar em piscinas impressionantes.

chile

São muitos os passeios a serem feitos em terras chilenas. A capital, Santiago, conta com pelo menos seis milhões de habitantes e é a cidade mais visitada do país. Quem vai passear em Santiago, quer saber mais da história, da modernidade, das antigas e das novas construções. Nas ruas e avenidas, as pinturas dos prédios impressionam pela variedade de cores. São muitos os modelos de construção londrinos, árabes e renascentistas. Alguns são tombados como patrimônio histórico.

Uma das primeiras opções urbanas da viagem é a ida ao Museu Pré Colombiano. Construído em 1.805, é o mais estruturado da cidade e exibe 2.000 peças do período Pré-Colombiano. O local é dividido por áreas de acordo com regiões de estudo: Mesoamérica (México), Caribenha, Intermédia (Equador e Colômbia), Andes Central (Peru e Bolívia), Sur Andina (Chile e Argentina), Chaco Brasileña e Fuego Patagônia.

Quem gosta de admirar visões fabulosas, visita os morros centrais da cidade. Eles foram transformados em espaços paisagísticos, o que faz do local uma outra opção de lazer.

 

Parques

Ainda em Santiago, é um dos passeios mais procurados da cidade. Nas áreas de recreação, está a presença de artesãos chilenos que valorizam o verde local.
Não menos visitado, o El Park Metropolitan também pode ser um passeio interessante. Entre elas, o Zoológico e o Jardim Botânico. O ambiente é ideal para relaxar, reservar momentos familiares ou ler a um bom livro. Para reforçar o encanto do ambiente, algumas piscinas deixam o lugar ainda mais atrativo.

 

Mais diversão

Os amantes de cassinos têm uma alternativa para jogar, a apenas 50 quilômetros da capital, o Monticelo Grand Cassino reúne modernas instalações para agradar o público. São 1.500 máquinas, 03 centros de convenções, hotel de primeira classe, quadras poliesportivas, ginásio, restaurante e piscina. Os 150 quartos de luxo têm grande procura na região metropolitana.

Quem quiser provar a sensação de esquiar, basta ir a um dos diversos centros de esqui. Portillo e Farellones são as mais próximas da capital – a 40 quilômetros. No auge do inverno, as camadas de neve chegam a 3,5m. O local cercado pela Cordilheira dos Andes são de tirar o fôlego.

chile4

Vida noturna

Bares são um dos fortes de Santiago. É fácil encontrar pubs que valorizam os acordes de rock, jazz, salsa, reaggaeton e música eletrônica. A maioria deles fica na boêmia Bella Vista.

chile2

 

Viña del mar

A apenas 120 quilômetros de Santiago, está o principal destino litorâneo do Chile. Lá, é onde toda a infraestrutura é pensada no turista. Os hotéis, em maioria, ficam de frente ou bem próximo à orla. O verão é a época em que Viña recebe o maior número de visitantes, período em que a temperatura passa dos 28º. No inverno, o clima é muito frio: entre 2º e 8ºC. A região conta com três quilômetros e meio de praias.

 

Ilha de Páscoa

Rapa Nui, que significa ilha grande na língua polinésia, fica na costa chilena, mas muito distante de qualquer povoamento. Páscoa fica a 3.500 quilômetros do Chile e tem 170 km². No ano 1000, navegadores acreditavam que aquela era uma ilha misteriosa e chamavam-na de umbigo do mundo. Teorias indicam que os moais – estátuas espirituosas – foram erguidas pelos primeiros habitantes da ilha: os “Rapa Nui” – falecidos líderes da tribo, que, assim, continuam a olhar para o povo.
Lá, o turista pode admirar a beleza rara e conhecer o mito de perto. Por lá, é recomendado andar com uma lanterna, pois apesar da tranquilidade, nem todas as ruas são iluminadas.

 

Gastronomia

Em Santiago, é fácil encontrar todos os pratos chilenos. Há carne vermelha, frango e peixe – o prato que lá predomina. Uma das sugestões é a Paola Marina, que é uma sopa de frutos do mar. Outra opção é o pastel de choclo, feito com massa de milho e recheio de frango ou carne à cebolada e pimenta. Os preços são mais acessíveis, se comparados com as maiores capitais brasileiras.

Em Vinã Del Mar, são servidos pratos de várias regiões do mundo. Entre os típicos, um dos mais pedidos é o curante: uma mistura de mariscos, carne de vaca, linguiça e frango.

O prato principal da Ilha de Páscoa é o peixe cozido acompanhado a legumes Tunu Ahí. A iguaria é fresca e feita ao ar livre entre pedras quentes e aquecidas com folhas de bananeira.

 

Onde ficar

  • San Alfonso Del Mar é o resort ideal para os apaixonados por piscinas. Segundo o Guiness, é onde está a maior piscina do mundo. Com cerca de 1 quilômetro de comprimento, a mesma tem 250 mil metros cúbicos de água.
  • Bem mais compacta que a piscina de San Afonso, mas não menos desejada, está a do Grand Hyatt Santiago.
  • O cinco estrelas W Santiago, no centro da cidade, oferece piscina e visão panorâmica para a Cordilheira dos Andes.
  • Os locais de descanso na Ilha de Páscoa são mais simples, porém mais ligados à natureza e bem atrativos. A pousada Hori Noi serve como exemplo. Sem perder a elegância, o local oferece serviços de luxo, como spas, e a piscina, que mais parece com um riacho com chão de pedra.

chile1

Quer ir?

Idioma: Espanhol

Moeda local: Peso chileno

Visto: Não é necessário. Basta que o brasileiro apresente o passaporte ou RG.

Ida: O trajeto pode ser feito de carro ou ônibus, mas tem de ter paciência. Apesar das belas paisagens do caminho, a viagem dura 40 horas –saindo de São Paulo.

De avião, várias companhias áreas fazem o itinerário. O voo a Santiago dura só 04 horas. O aeroporto fica afastado da cidade – a 20 quilômetros. Lá, o ideal é alugar um carro ou tomar uma van ou ônibus executivo.

Locomoção: Quem não quer pegar os táxis individuais ou coletivos (sim, lá, alguns táxis levam até 04 passageiros desconhecidos), podem optar pelos ônibus ou metrô. São 100 estações distribuídas pela cidade.

Ida à Ilha de Páscoa: Só existem dois meios de chegar à ilha: barco ou avião. Da primeira forma, o trajeto é bem demorado: dura oito dias. Pelos ares, uma única companhia aérea leva os passageiros de Santiago à Rapa Nui. O voo dura cinco horas e meia.

Author: admin

Compartilhar

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *