Faça seu login

Natural e em casa

Postado em 12 de janeiro de 2016 | 0 comentários

Inspirado nas piscinas biológicas da Europa, lago para banho com peixes e plantas encontra espaço no Brasil

Matéria publicada na revista Anapp – Edição 124

O termo piscina natural é uma expressão familiar para os brasileiros, afinal, a Região Nordeste do país é repleta delas. Panjuçara, Xingó, Porto de Galinhas e Carolina do Maranhão são exemplos da vasta quantidade de piscinas naturais localizadas em solo brasileiro. Portadoras de uma beleza incomum, essas piscinas, também conhecidas como biológicas, estão sempre à espera de visitantes que irão se encantar e se deliciar em suas águas e paisagens paradisíacas. Mas e dentro de casa? Seria possível construir uma piscina natural no meio do jardim?

Originada na Europa, a piscina natural adequada para residências consiste em um lago de banho, impermeabilizado com uma tela plástica de alta qualidade. Esse lago é composto por duas áreas: uma é a zona para banho e a outra é a zona destinada à depuração, feita por meio de plantas capazes de filtrar impurezas, microfauna e micro-organismos. Com visual altamente paisagístico, a piscina natural serve tanto para fins ornamentais quanto para banho.

O sistema de regeneração feito por plantas e bombeamento sempre teve um bom desempenho na Europa, onde o inverno intenso congela a piscina e reinicia o ciclo da vida, já que a passagem de tempo tende a provocar um acúmulo de material orgânico na área plantada do lago. No Brasil, devido ao clima tropical, esse processo teve de ser adaptado. Para que as piscinas tivessem o mesmo desempenho encontrado na Europa, foi desenvolvido um sistema de filtragem biológica associada a um sistema de bombeamento e filtros ultravioleta.

Assim como acontece com qualquer piscina, é necessário o auxílio de um profissional para a construção da piscina natural e há empresas especializadas nesse tipo de projeto. O especialista irá indicar se o terreno é adequado, quanto será necessário escavar e o tipo de material a ser utilizado, considerando o tamanho da piscina e a localidade.

Dentre os itens fundamentais na construção da piscina verde, estão:

Pedras: Podem ser usados granitos e gnaisses, que ajudam a compor um visual orgânico.

Areia: Utilizada para dar acabamento ao fundo e cobrir as bordas da piscina.

Manta de borracha: Entre outras utilidades específicas, impede que a piscina perca água se o terreno ceder.

Filtro biológico e lâmpada ultravioleta: Juntos, esses dois equipamentos são os responsáveis pela manutenção segura da piscina. Eles precisam estar em funcionamento 24 horas e só um especialista pode indicar o mais apropriado.

Peixes: Sim! Estamos falando do animal. Os peixes são importantes porque comem as possíveis larvas e insetos, assim como o limo que se acumula nas pedras.

Plantas aquáticas: As plantas aquáticas possuem alto poder de filtração, além de comer os resíduos produzidos pelos peixes.

Author: admin

Compartilhar

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *