Faça seu login

Brasil presente na Piscina & Wellness Barcelona

Postado em 12 de janeiro de 2016 | 0 comentários

Feira destaca inovação, sustentabilidade e novas experiências de bem-estar com a água

Matéria publicada na revista Anapp – Edição 124

Entre os dias 13 e 16 de outubro de 2015, a ANAPP participou como convidada da 12ª Feira Piscina & Wellness Barcelona. O evento, organizado pela Fira Barcelona em parceria com a Asociación Española de Profesionales del Sector Piscinas (Asofap), atraiu mais de 12 mil visitantes e reuniu 287 expositores, 13% mais que em 2013.
Profissionais de 450 empresas representaram 76 países, com destaque para a forte presença da França, Itália, Portugal e Alemanha, e as reuniões de negócios que envolveram empresas de Israel, Cazaquistão, Hungria, Argentina, México, Marrocos e Brasil, entre outras.

O evento, que ocupou 13.800 m² no Pavilhão 2 da Gran Via de Fira de Barcelona, é considerado a vitrine ideal para os empresários de hotéis, campings, academias, clínicas e parques aquáticos. Na feira eles puderam ver em primeira mão as melhores soluções para a reabilitação e modernização de piscinas, construção de novas instalações e incorporação de serviços de água e lazer ligados à prestação de serviços à sociedade.
Além disso, os proprietários de parques e campings encontraram na feira alternativas e estratégias para estender a estadia de seus hóspedes, além de sistemas para melhorar a sustentabilidade da gestão da água e aumentar a segurança das zonas aquáticas.

Depois da Espanha, o país que trouxe mais negócios para a feira foi a China, seguida pela França, EUA, Holanda, Reino Unido, Alemanha, Bélgica e Turquia. Nesse sentido, a Piscina & Wellness Barcelona manteve uma de suas principais características que é a forte internacionalidade, com a presença de mais de 60% de expositores estrangeiros.
Estima-se que existam na Espanha cerca de 40.000 piscinas públicas, classificação que inclui piscinas de hotéis, parques de acampamento e outras instalações turísticas, spas, centros de spa, instalações municipais, clínicas, centros esportivos com área de atrações e parques recreativos, entre outros.

Segundo os organizadores, existe uma crescente demanda por novos projetos de construção e renovação de piscinas e instalações de água e de bem-estar. Essa demanda é impulsionada pela modernização em diferentes áreas turísticas espanholas, especialmente nas Ilhas Baleares, Catalunha, Ilhas Canárias e Andaluzia.

De maneira geral, apesar do cenário mundial de retração econômica, a feira foi marcada pelas expectativas positivas dos empresários, confirmando a recuperação do setor.

Em suas conferências, palestrantes destacaram a atmosfera otimista que se instalou na feira, assim como o aumento de profissionais que vieram para o evento com ideias e projetos concretos para serem implementados. De acordo com os organizadores, observou-se a presença de mais profissionais de setores relacionados a instalações desportivas e turísticas, bem como o aumento do interesse na área de bem-estar.

Os destaques da feira

Este ano, o evento trouxe a Zona de Inovação, uma área transversal que reuniu diferentes atividades setoriais na internacionalização, financiamento, tecnologia (Internet of Things) e inovação. Além disso, aconteceram entrevistas e reuniões de negócios com compradores internacionais, espaços de coworking, bem como apresentações, conferências e uma mostra dos produtos e serviços mais inovadores acompanhados de explicações técnicas.

A Piscina & Wellness Barcelona também sediou seminários e conferências, entre os quais a segunda edição do Simpósio Waterpark. O evento, que tem o apoio da Associação Europeia Waterpark (AET) e da Associação Mundial Waterpark (WWA), abordou normas de segurança e a gestão eficiente das instalações de lazer em parques aquáticos, hotéis e parques de camping. Enquanto isso, a Asofap organizou cursos de formação para instaladores de piscina e profissionais de ponto de venda.

A próxima edição da Piscina & Wellness Barcelona será realizada em outubro de 2017.

Parceria com associações da Europa e América Latina

Em um inédito encontro internacional, realizado durante a 12ª Piscina & Wellness Barcelona, foi formalizado protocolo de parceria institucional entre as principais associações do setor de piscinas da Europa e América Latina, do qual a ANAPP também é signatária.

Marcelo Mesquita, superintendente da ANAPP, esteve reunido com representantes dessas associações, dentre elas a Cappia da Argentina, APP do México, Asofap da Espanha, FPP da França, SPF da Inglaterra, BSW da Alemanha e a EUSA da Europa.

A EUSA, com sede em Bruxelas, reúne 13 associações nacionais (França, Grécia, Portugal, Itália, Reino Unido, Alemanha, Espanha, Hungria, Áustria, Suíça, Suécia, Romênia e Bélgica) que já trabalham em conjunto para o desenvolvimento de documentação técnica e normas.

Por iniciativa de representantes da Fira Barcelona e de Francisco Orjales, representante no Brasil da Câmara de Comércio Brasil – Catalunha, a reunião teve por objetivo estabelecer canal de diálogo e promover a troca de informações técnicas e normativas, metodologias de pesquisa, melhores práticas nos mercados, certificação de produtos e capacitação profissional das empresas do setor.

Recentemente, a Asofap da Espanha criou dois comitês de associados, um dedicado à eficiência energética em piscinas e outro ao tratamento de água de piscinas. Nessa direção, a ANAPP também criou em agosto de 2015 os Grupos Setoriais que vêm desenvolvendo o trabalho de organização do setor no Brasil.

Na opinião de Marcelo Mesquita, o encontro em Barcelona foi um importante e valioso passo para o futuro do mercado de piscinas. Na oportunidade foram discutidas situações comuns vivenciadas nos diferentes países como certificação de produtos, capacitação de profissionais, uniformização de procedimentos técnicos com atualização de normas e programas de qualidade.

Bem-estar, o protagonista da feira

O espaço dedicado ao bem-estar (Wellness & Spa) foi o principal protagonista desta edição. Mais do que um título associado ao nome do evento, o conceito de bem-estar ganhou presença no número de expositores dessa área (25% a mais que em 2013) e atividades. Uma das atrações foi a “Bem-Estar Experience”, que recriou um centro de bem-estar com 20 empresas parceiras, incluindo uma piscina em funcionamento, spa, sauna, ambiente de vestiários e várias salas de tratamento.

O diretor do evento da empresa organizadora Fira Barcelona, Josep Jonas, disse ter alcançado o objetivo de “criar um ambiente totalmente equipado e capaz de passar uma imagem completa de como deve ser um centro de bem-estar de alto nível”. Jonas comemorou o interesse demonstrado nesta área, principalmente entre arquitetos, proprietários de hotéis e outros estabelecimentos turísticos, perfis contemplados pelas sessões de consultoria gratuitas oferecidas durante o evento.

Além do Wellness & Spa, foi realizado um fórum internacional de palestras sobre tendências e oportunidades no setor de bem-estar, com a participação de 30 especialistas do setor e um público de 500 pessoas. Os palestrantes reconheceram uma mudança fundamental no conceito de bem-estar, como disse Jeremy McCarthy, diretor mundial do Grupo Mandarin Oriental Hotel. “Bem-estar não pode ser resumido apenas em ‘dieta e exercício’, mas inclui novos aspectos, tais como a necessidade de descansar, recuperar e encontrar o equilíbrio emocional”, afirmou.

De acordo com os depoimentos, o tema bem-estar evoluirá anualmente também explorando as sinergias com turismo e saúde.

Para o setor da piscina pública e residencial, as principais soluções foram apresentadas na Zona Ino-
vação do evento, que trouxe as tendências do setor em automação e conectividade, sustentabilidade, e experiências relacionadas à saúde e bem-estar com exemplos da “Internet das Coisas” aplicada ao mundo das piscinas.
O presidente da comissão organizadora do Piscina & Wellness Barcelona, Eloi Planes, ficou satisfeito com o desenvolvimento da feira. “Esta edição confirma a recuperação e estabelece as bases para um maior crescimento em duas áreas em expansão, como de bem-estar e instalações aquáticas”, afirmou Planes. Ele prevê soluções inovadoras e equipamentos oferecidos pelo setor de piscinas com cada vez mais aplicações relativas à saúde, bem-estar, turismo e negócios de lazer.

Planes destacou que a “internacionalidade” continuou a ser a espinha dorsal do evento, tanto para aumentar as exportações e as relações comerciais internacionais como para trocar experiências e know-how entre profissionais de diferentes países. “O setor piscina evolui, é cada vez mais inovador e mais sustentável, e mais ligado ao bem-estar como uma forma de oferecer novas experiências para o usuário. Em outra mão, há também uma tendência na indústria hoteleira e parques de camping para investir em equipamentos e gestão eficiente de suas instalações para reduzir os custos fixos.”

Premiação

Durante a feira, houve cerimônia de entrega de prêmios do setor, realizada no Palácio de Pedralbes e presidida pelo ministro de Empresa e Trabalho da Espanha, Felip Puig.

A cerimônia de premiação da “Piscina & Wellness Barcelona 2015” reuniu mais de 200 convidados em um grande evento setorial cujos prêmios são concedidos pela EUSA – União das Associações Europeias de Piscinas e Spas. A premiação reconhece os melhores produtos e instalações de água, piscinas e também centros de saúde construídos em vários países europeus.

O produto “mais inovador” deste ano foi um kit de teste que detecta a presença da bactéria legionella em apenas uma hora. Na categoria “mais sustentável” foi eleito um sistema de microfiltração cerâmica ecoeficiente que reduz o consumo de água, energia elétrica e desinfetante. Além desses, vários outros projetos de
construção foram reconhecidos.

O prêmio deste ano recebeu inscrições de 68 propostas vindas de 12 países diferentes. Entre elas, o júri Prêmios & Wellness selecionou oito produtos e dez obras elegíveis. Dos 18 selecionados, 66% dos trabalhos foram apresentados por empresas espanholas e o restante por empresas da Itália, Costa Rica, Índia, Alemanha, França, Reino Unido, Áustria, Bélgica, Suíça, Hungria e Hong Kong.

Simpósio Waterpark discute gestão de parques aquáticos

A 12ª Feira Piscina & Wellness Barcelona ainda sediou a segunda edição do Simpósio Waterpark, um fórum de profissionais e especialistas na área de parques aquáticos para discutir normas de segurança, design e a correta gestão de instalações recreativas. Essas instalações estão ganhando presença em todo o território espanhol, especialmente em hotéis, parques de camping e resorts de férias.

De acordo com os últimos dados disponíveis, na Espanha existem cerca de 50 parques aquáticos com mais de 350 piscinas. A este número devem ser adicionadas outras instalações de água e áreas lúdicas em hotéis (mais de um terço de um total de 15 mil na Espanha têm pelo menos uma piscina) e 800 áreas de camping.
As empresas do setor observam aumento da demanda por instalações recreativas de água de pequenas e médias dimensões, especialmente em áreas de camping e hotéis que estão incorporando estruturas projetadas de acordo com as necessidades de lazer e entretenimento dos clientes.

Os estabelecimentos turísticos que escolhem modernizar áreas de água melhoram a sua rentabilidade no curto prazo, o que ajuda a fidelizar seus clientes e lhes permite aumentar o preço do ticket médio. No entanto, segundo especialistas, a chave é identificar o perfil do cliente e suas necessidades para definir o tipo mais adequado, contando sempre com o assessoramento de profissionais técnicos que tragam aspectos normativos e de segurança para a instalação de uma estrutura aquática, itens importantes para o sucesso do empreendimento.

As piscinas e outras instalações aquáticas desempenham papel fundamental em um estabelecimento turístico e o mundo do acampamento não é exceção. A presidente da Federação Espanhola de Negócios Camping e Holiday Parks (FEEC), Ana Beriain, explica que uma boa instalação aquática é “um diferencial na escolha do camping para temporada, especialmente para famílias com crianças, as nossas principais clientes”.

Beriain diz que “a maioria das melhorias são parques que surgem a cada ano e muitas pessoas estão reformando e, acima de tudo, transformando áreas com lâminas de água e outros elementos que fazem da piscina um espaço central”.
As principais ações desenvolvidas nos parques e áreas de camping da Espanha estão relacionadas à conversão de instalações desportivas (quadras de tênis, quadras de basquete etc.) em espaços de lazer com água e piscinas, e à remodelação para adicionar elementos de entretenimento que agregam valor ao hóspede. De acordo com o estudo sobre o setor de camping na Espanha, quase 22% dos empreendedores querem expandir e melhorar as suas instalações desportivas.

Há nítida tendência de incorporar elementos de lazer aquático para toda a família e tornar a experiência no estabelecimento de hospedagem cada vez mais completa. Neste sentido, são encontradas desde instalações com alguns jogos de água para as crianças menores até verdadeiros parques aquáticos. Embora desenvolvidas em várias fases, essas instalações tornam o ambiente um espaço lúdico de água que atende uma ampla gama de idades.

Crescimento do spa

Hotéis-fazenda cada vez mais diversificados e com um público com maior grau de exigência, que procura qualidade, conforto e serviços complementares. Este é o lugar onde o bem-estar pode ser um excelente aliado para chegar a outros perfis de usuários que procuram uma experiência de turismo: relaxamento, bem-estar, contato com a natureza, lazer.

Neste sentido, Ana Beriain confirma que o spa é um serviço que está crescendo, mas acredita que “o alto custo de implantação e manutenção, juntamente com uma diminuição da ocupação, por vezes, dificulta a implantação no curto prazo.” Por esta razão, o arquiteto da empresa NAOS 04 Architects, Santiago González García, recomenda que a concepção de qualquer espaço de bem-estar considere o tamanho e conteúdo para torná-lo economicamente viável e funcional.

González explica que os espaços de grandes dimensões em relação à demanda podem causar altos custos de construção e tornar insustentáveis contas como energia, pessoal e manutenção. Do mesmo modo, uma área de bem-estar de um tamanho excessivamente pequeno pode não gerar a demanda necessária para que o negócio funcione.

Com o objetivo de contribuir com os executivos do setor, a Piscina & Wellness Barcelona recriou uma área de bem-estar relaxante, apresentando dimensões, custos mais adequados para cada estabelecimento turístico e verificação dos elementos necessários numa instalação desse tipo (materiais, equipamentos e serviços). Nessa área, os expositores prestavam informações sobre investimento necessário e aconselhamento personalizado aos visitantes interessados.

Author: admin

Compartilhar

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *